Brasil recebe aval da OCDE em recomendações na área de ciência e tecnologia

País conquista aval da entidade, uma declaração e cinco recomendações na área de Ciência e Tecnologia. A informação foi divulgada pelo embaixador permanente do Brasil.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) reconheceu no dia 29, a adesão brasileira a uma declaração e cinco recomendações da entidade na área de ciência e tecnologia. A informação foi divulgada pelo embaixador permanente do Brasil na instituição que tem sede em Paris, Carlos Cozendey.

Com isso, a partir de agora o Brasil torna-se apto em 90 dos 252 instrumentos de referência da instituição – ou seja, em 35% do total. É o país não membro que mais aderiu a instrumentos da organização.

A declaração aprovada trata da cooperação internacional em ciência e tecnologia para o desenvolvimento sustentável. Já as recomendações são: quadro geral de princípios para a cooperação internacional em ciência e tecnologia; acesso a dados de pesquisa oriundos de financiamento público; princípios para facilitar a cooperação internacional em tecnologia envolvendo empresas; governança de ensaios clínicos; e garantia de qualidade em testes genéticos moleculares.

A adesão do Brasil à OCDE permite ao país participar e influenciar nas decisões da organização, ampliar a troca de experiências com países membros, divulgar políticas públicas brasileiras bem sucedidas, além de assimilar as melhores práticas globais em políticas públicas.

Como o Brasil recebeu aval da OCDE

Ao longo deste processo, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações foi responsável por  analisar o conteúdo dos documentos, verificar a compatibilidade entre os dispositivos e a legislação nacional, bem como se as recomendações e princípios se adequavam às políticas públicas de ciência, tecnologia e inovações executadas pelo país.

Sobre a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

A OCDE é um organismo internacional que tem como objetivo promover “políticas melhores para vidas melhores”, com foco na melhoria da governança global por meio da promoção do diálogo, da identificação de boas práticas internacionais e de solução para problemas comuns nas mais diversas áreas de políticas públicas. Atualmente, conta com 36 países-membros, além da participação de diversos países não membros em suas discussões.

O investimento em inovação, ciência e tecnologia como ferramentas para a solução dos problemas no país nas mais diversas áreas, pode ajudar na superação da crise econômica e no aumento da competitividade nas empresas brasileiras.

A pesquisa é o único caminho para desenvolvimento sustentável do Brasil. A GAC Brasil busca apresentar as melhores opções do mercado destinadas ao estímulo do desenvolvimento científico e fomento da inovação no país. Contamos com uma equipe especializada e dedicada para auxiliar na fomentação de atividades inerentes à inovação, incentivo na área de P&D e crescimento de sua empresa.

Entre em contato conosco através dos canais:

Whatsapp (11) 9-9221-9019

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350