Rede de Centros de Inovação impulsiona o ecossistema tecnológico em SC

Redes de Centros de Inovação em Santa Catarina impulsionam o ecossistema tecnológico do Estado e vem ganhando força com o incentivo de políticas públicas ao setor. Entre as iniciativas do Governo de Santa Catarina, está a Rede de Centros de Inovação, desenvolvido para oferecer mecanismos de apoio ao empreendedor, desde a formação da ideia até a fase em que se torna prática e apta a encarar o mercado.

A criação dos centros de inovação do estado e as parcerias privadas têm resultado grande impacto positivo no desenvolvimento econômico regional, promovendo a geração de emprego e renda. O Orion Parque Tecnológico, localizado em Lages, por exemplo, gerou mais de R$ 1 milhão em faturamento em 2019, já o Ágora, em Joinville, reúne 32 operações e a Rede de Centros de Inovação de Florianópolis, impactou mais de 1,8 mil pessoas no último semestre, além de outros dados positivos que percorrem os habitats inovadores catarinenses.

O governador Carlos Moisés, afirma que o investimento em tecnologia, inovação e pesquisa é o melhor caminho, acrescenta que o Governo do Estado está empenhando em apoiar o empreendedorismo, um outro diferencial do estado e ressalta que tais iniciativas irão ajudar a superar os impactos econômicos causados pela pandemia.

Na opinião de Rogério Siqueira, secretário da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, a contribuição da ciência, tecnologia e inovação em tempos de Covid-19 é essencial para enfrentar os atuais desafios de saúde, e avançar os esforços produtivos da recuperação econômica pós-pandemia.

Governo do Estado de Santa Catarina mantem incentivo em iniciativas inovadoras mesmo durante a pandemia

Siqueira destaca que muito além de inventar algo, inovar é explorar ideias e apontar soluções, e este tem sido o propósito exercido pelos centros de inovação de Santa Catarina que se conectam e, em sinergia propagam conhecimento e transformam a vida das pessoas.

O secretário complementa que a proposta a proposta do Governo de Santa Catarina é justamente gerar oportunidade com políticas de Estado perenes para o crescimento, e que para isto, é importante agregar as diferentes formas de pensar, unindo governo, academia e setor produtivo numa espiral de prosperidade, esperança e confiança.

Conforme o tempo passa e a tecnologia avança, dentro de um cenário que demanda pelo novo e transformador o mais rápido possível, muitas empresas acabam encontrando dificuldades em inovar e se manterem competitivas no mercado. O hub de inovação tem ganhado cada vez mais espaço e sendo um importante ator no surgimento de novas ideias e negócios, impedindo a temida estagnação.

Como a GAC Brasil pode auxiliar no processo estratégico da inovação?

A GAC Brasil auxilia empresas privadas com estudos de viabilidade, uso otimizado da Lei do Bem e as melhores opções de financiamento para PD&I. Realiza também o Assessment com o Diagnóstico utilizando Inteligência Aritificial e Deep Learning com toda a assessoria baseada em expertise de 10 anos de operação no Brasil.

Entre em contato conosco para receber mais informações.

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatApp (11) 99221-9019.

Presidente da Embrapa destaca importância do investimento em inovação no agronegócio

Mesmo abaixo do nível de investimento de 2% em pesquisa e desenvolvimento, conforme recomendado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil ocupa a 13ª posição no ranking mundial de geração de conhecimento e 68º em inovação. Durante entrevista recente para os meios de comunicação, Celso Moretti, Presidente da Embrapa, destacou a importância do investimento em inovação no agronegócio.

A inovação é um fator essencial em todos os setores, principalmente no que se refere ao agronegócio. Para manter a liderança do Brasil entre os países produtores de alimentos, ainda é preciso um investimento maior em tecnologia.

Segundo Moretti, o PIB do agronegócio brasileiro representa 22% do PIB total do país, e tal importância reforça a ideia de que, com tecnologia e pesquisa, o Brasil vai conquistar e se destacar na garantia de alimentos para uma população mundial crescente.

Recentemente a Embrapa firmou um acordo com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O objetivo da parceria é identificar os desafios relacionados ao cenário de investimentos estratégicos dos principais mercados do mundo, direcionados a projetos do setor.

Inovação no Agro

Moretti aborda além da relevância de contribuição inovadora em agro da Embrapa e as 43 unidades de pesquisa desenvolvidas, as prioridades da pesquisa, voltada à inovação e soluções tecnológicas, sendo destacadas áreas como agricultura digital, integração lavoura pecuária floresta, edição genômica e bioeconomia.

De acordo com o presidente, a economia de base biológica representa uma oportunidade importante para que o Brasil se torne referência mundial em bioeconomia. Celso Moretti cita o projeto desenvolvido por pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental, que coordenaram uma expedição de 7 mil quilômetros pelos rios da bacia amazônica, para coletar microrganismos que poderão ser usados para controlar pragas e doenças.

Referente à edição genômica, que prevê a utilização de tesouras biotecnológicas para edição do DNA das plantas, Moretti enfatiza a importância dos estudos que poderão, entre as possibilidades, contribuir com o desenvolvimento de plantas mais resistentes à seca.

Celso Moretti ressalta necessidade do Brasil ampliar a capacidade de transformar conhecimento em inovação e reforça a importância do agro no PIB

Por fim, o presidente salienta a necessidade de o País continuar investindo em instituições que trabalham com pesquisa, desenvolvimento e inovação e faz referência ao investimento realizado em prol da sociedade no ano passo na Embrapa e a devolução de R$ 12,19 em termos de retorno, em valores individuais.

Sobre as parcerias, Celso Moretti evidencia a necessidade de buscar aproximação com o setor privado e garantir que a inovação chegue de alguma forma nas propriedades rurais brasileiras, e consequentemente ampliar o acesso dos pequenos agricultores à tecnologia adaptada às suas condições.

Como empresa especializada, a GAC Brasil presta assessoria nos principais editais direcionados ao aumento da produtividade e eficiência do setor agropecuário, e ajuda a transformar o seu projeto de pesquisa em realidade.

Entre em contato conosco e saiba qual é o edital e/ou programa de fomento à inovação perfeito para você!

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

 

Série de Webinars Libere seu Potencial de Inovação

Apresentamos o webinar ISO de Inovação: 12 de agosto 17h é estreia de nossa série de webinars. A GAC Group decidiu preparar seus clientes para a chegada da ISO 56001, lançando o primeiro diagnóstico de aderência para Gestão da Inovação ISO 56000. É baseado na Norma ISO 56002, já disponível. 

Fornecemos um diagnóstico para avaliação de aderência à nova ISO, para que sua empresa possa se equiparar com as melhores práticas mundiais de inovação. O Iso da Inovação é parte da nossa oferta de Assessment, apresentando uma abordagem e tecnologias inéditas no Brasil porém presentes em mais de 60 países no mundo. 

Para lançar esta solução que pode começar uma revolução na sua empresa, te convidamos para este webinar sobre ISO de Inovação. Durval Garcia, nosso gerente de inovação, e Richard Podgorski, consultor e palestrante de Gestão da Inovação, vão compartilhar com o público a mais nova tecnologia neste assunto.

Evento online e gratuito. Inscreva-se aqui.

Nesta série iremos trazer os seguintes temas:

  • Episódio 1 – ISO da Inovação – 12 de agosto – 17h.
  • Episódio 2 – Estruturando a Inovação – 26 de agosto.
  • Episódio 3 – Gestão Estratégica da Inovação – 09 de setembro.
  • Episódio 4 – Inovação Aberta – 23 de setembro.
  • Episódio 5 – Fomentando a Inovação – 07 de outubro.

Os objetivos estratégicos de seu negócio terão o melhor suporte do mercado porque iremos te guiar nesta jornada com a nossa trilha de conhecimento em inovação. São cinco webinars tratando de Inovação em várias frentes. Nos acompanhe aqui ou no nosso LinkedIn para saber mais detalhes dos próximos eventos. 

Os nossos conteúdos são baseados em pesquisas e cases internacionais dos últimos 20 anos, e os nossos serviços, em Inteligência Artificial e Deep Learning.

Se quiser conhecer mais sobre o ISO da Inovação e o Assessment, fale conosco!

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019

14º LOTE REFERENTE LDB 2017 ESTÁ DISPONÍVEL

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI) divulgou hoje, 5 de agosto, o 14º lote do Parecer Técnico com os nomes das empresas já analisadas pelo MCTI, referente à utilização dos incentivos fiscais da Lei do Bem no ano base 2017.

O Parecer está disponível para download diretamente pelo formulário da empresa no link: https://bit.ly/3keonsb. Os pedidos de reconsideração foram prorrogados e deverão ser realizados até o dia 30 de setembro de 2020.

Caso sua empresa esteja listada e necessite enviar o Pedido de Reconsideração, a GAC Brasil está apta tecnicamente e disponível para assessorá-los. Contate-nos!

Entre em contato conosco! WhatsApp (11) 99221-9019 ou (11) 4858-9350.

Finep 2030 Empresarial disponibiliza R$ 90 mi não reembolsáveis para empresas do setor automotivo

A Finep/MCTI acaba de lançar o Programa Finep 2030 Empresarial, uma ação conjunta da financiadora com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Ministério da Economia (ME), voltado para o desenvolvimento de projetos inovadores da cadeia do setor automotivo. Estarão disponíveis R$ 90 milhões, em até quatro anos, de recursos não reembolsáveis para empresas de qualquer porte.

O Finep 2030 Empresarial apoiará projetos que contemplem o desenvolvimento de produtos, processos e serviços inovadores para a cadeia automotiva, considerados estratégicos no âmbito Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística – do Governo Federal.

São quatro linhas temáticas:

1 – Inovação em processos, inclusive automação, conectividade industrial e manufatura avançada para o incremento de produtividade, na cadeia de fornecedores do setor automotivo;
2 – Investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação na cadeia de fornecedores do setor automotivo;
3 – Fortalecimento da cadeia de ferramental e moldes destinados à cadeia produtiva automotiva; e
4 – Estímulo à produção de novas tecnologias relacionadas a biocombustíveis, segurança veicular e propulsão alternativa à combustão.

Muita agilidade e menos burocracia

Além da oferta de recursos não reembolsáveis, o novo Programa será disponibilizado em fluxo contínuo, isto é, não dependerá de editais. E, durante o processo de avaliação, caso uma empresa não tenha o seu projeto aprovado, poderá enviar nova proposta. A metodologia de análise de propostas será mais ágil, o que reduzirá significativamente o tempo entre a submissão e aprovação para cerca de 45 dias. Todo o processo de acompanhamento dos projetos e do desembolso dos recursos às empresas será simplificado.

Empresas de todo porte

Qualquer empresa brasileira poderá participar, no limite máximo de R$ 3 milhões por proposta. Empresas de médio e grande porte deverão apresentar contrapartida proporcional. Aquelas com faturamento anual de até R$ 90 milhões estão livres de contrapartida. O prazo de execução do projeto deverá ser em até 36 meses, admitida a sua prorrogação nos termos do contrato.

“Temos a convicção que o programa Finep 2030 Empresarial apoiará decisivamente a transformação da indústria automotiva nacional. A oferta de recursos não reembolsáveis à empresas brasileiras, sem dúvida, contribuirá na conjuntura do setor automotivo para atingir seus objetivos estratégicos tais como, desenvolvimento tecnológico contínuo, investimentos em engenharia automotiva, adequação dos veículos às novas tendências bem como, à requisitos ambientais e de segurança”, afirma o diretor de Inovação da Finep, Alberto Dantas.

Regulamento

Acesse o regulamento completo e saiba mais detalhes do Finep 2030 Empresarial na página do Programa: http://www.finep.gov.br/apoio-e-financiamento-externa/programas-e-linhas/finep-2030-empresarial

PIPE-FAPESP abre nova rodada para apresentação de propostas

4º Ciclo de Análise do ano recebe pedidos até 19 de outubro, e conta com até R$ 15 milhões para atendimento aos projetos

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) lançou a quarta chamada de propostas de 2020 do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

A iniciativa apoia projetos de pesquisa que possam ser desenvolvidos em duas etapas: demonstração da viabilidade tecnológica de produto ou processo, com duração máxima de nove meses e recursos de até R$ 200 mil (Fase 1); e desenvolvimento do produto ou processo inovador, com duração máxima de 24 meses e recursos de até R$ 1 milhão (Fase 2).

Se os proponentes já tiverem realizado atividades tecnológicas correspondentes à Fase 1, poderão submeter propostas diretamente à Fase 2.

Podem apresentar propostas pesquisadores vinculados a empresas de pequeno porte com unidade de pesquisa e desenvolvimento no Estado de São Paulo.  As empresas que ainda não estejam formalizadas também poderão submeter propostas, desde que, em caso de a proposta ser aprovada, sua constituição ocorra antes da assinatura do auxílio PIPE.

Ao todo, estão reservados até R$ 15 milhões para atendimento às propostas selecionadas. A submissão de projetos deve ser feita pelo sistema SAGe da FAPESP, até 19 de outubro de 2020.

A FAPESP vai disponibilizar o resultado enviando a cada proponente os pareceres técnicos dos avaliadores. Os pareceres podem ser úteis para o aperfeiçoamento da proposta, se aprovada ou não. Em caso de não aprovação, o proponente poderá aperfeiçoar a proposta, corrigindo as falhas apontadas, e submeter nova solicitação no edital subsequente.

As normas para submissão de propostas estão disponíveis em: www.fapesp.br/pipe/normas.

Confira a chamada para o 4º ciclo de 2020: www.fapesp.br/pipe/chamada-4-2020.

Evento online

Durante o dia 23 de setembro de 2020, das 9h às 12h, a FAPESP vai realizar o evento Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa – direcionado para os interessados em participar da chamada e esclarecer possíveis dúvidas.

Deseja compreender o funcionamento deste edital e conhecer outros editais de fomento à inovação?

A GAC Brasil apoia e direciona o seu projeto para os principais editais.

Entre em contato conosco através dos nossos canais de atendimento.

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e whatsapp (11) 99221-9019.

Edital de R$ 4 milhões da Fapesc incentiva doutores a fazer pesquisa

Mesmo diante dos desafios causados pela pandemia e a busca científica por soluções, a Fapesc amplia investimentos na área e lança edital com recursos para pesquisa em SC

O Programa de Pesquisa Universal criado pela Fapesc, já apoiou 1.114 pesquisas, mais de 3,2 mil pesquisadores e resultou na publicação de cerca de 4 mil artigos e revistas científicas. Além de contribuir com 1,7 mil produções de pesquisas (trabalhos de conclusão de curso e iniciação científica), 800 produções técnicas (softwares e protótipos) e 700 apresentações em eventos e feiras.

O edital retorna neste ano como o maior investimento em pesquisa básica e aplicada do Estado. O valor a ser liberado por projeto vai variar de R$ 20 mil a R$ 80 mil. Podem se inscrever para participar Programa de Pesquisa Universal professores e pesquisadores com doutorado, que atuam em instituições de ensino e pesquisa em Santa Catarina. O prazo de inscrição vai até 23 de setembro de 2020.

De acordo com o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, o valor disponibilizado de R$ 4 milhões é muito importante para que possam mostrar a importância que a ciência representa para o Governo do Estado e para as instituições catarinense. Zabot acrescenta que, embora nos próximos meses a fundação tenha a intenção de lançar outros editais, o Programa de Pesquisa Universal, sem dúvida, é o mais importante para o ecossistema científico.

Amauri Bogo, diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapesc, destaca o lançamento e valor investido no edital mesmo em meio à uma crise mundial. Segundo Bogo, por envolver todas as instituições de nível superior e grandes áreas do conhecimento, o edital faz com que haja uma oxigenação do ecossistema e que a academia produza conhecimentos para alimentar também o sistema de tecnologia e inovação de Santa Catarina.

O edital completo pode ser acessado em fapesc.sc.gov.br.

Quer saber como participar do novo edital disponibilizado pela FAPESC?

A GAC Brasil apoia o seu projeto e presta auxílio na inclusão de editais direcionados ao fortalecimento da inovação, entre em contato conosco! Estamos presentes no Sul com escritório em Porto Alegre (RS).

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

 

FINEP lança edital de materiais avançados

Se você tem um projeto que envolve materiais avançados, e precisa de investimento para materializar a sua ideia, ou aperfeiçoá-la, agora é o momento!

São R$ 10 milhões disponíveis e o prazo para o envio das propostas é até 14/09/2020.

Confira os detalhes do edital aqui e se tiver dúvidas como submeter o seu projeto, fale com a gente! http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/645

Nossos canais:

E-mail – contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

Centro de pesquisas da Unicamp em parceria com a Sanasa e Fapesp vai receber investimento total de R$ 120 milhões

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Fapesp, divulgou nesta última sexta-feira (17) durante coletiva de imprensa realizada na Prefeitura Municipal de Campinas, a aprovação de proposta de criação do Brazilian Water Research Center (BWRC) – centro de pesquisas voltadas aos grandes temas relacionados à água, tais como tecnologias de tratamento e medição, segurança hídrica, dessalinização, entre outros.

O novo Centro de pesquisas é fruto de uma parceria entre a Unicamp, Sanasa e Fapesp. De acordo com Lauro Kubota, a criação do Centro já estava em discussão desde 2018 e, com a aprovação da Fapesp, os trabalhos devem ter início ainda neste ano.

Ao todo, o BWRC receberá o investimento de R$ 120 milhões, sendo R$ 30 milhões da Fapesp e outros R$ 30 milhões da Sanasa. A contrapartida da Unicamp será investida na cessão da área física para sede do Centro, além do emprego de pesquisadores e bolsistas para realização dos estudos.

De acordo com Jonas Donizette, prefeito de Campinas, as pesquisas do novo Centro terão grande importância para o desenvolvimento do país em diversas frentes, principalmente na área do conhecimento da água, que mesmo com a grande riqueza hídrica do Brasil, tem causado problemas de atraso econômico em algumas partes do País.

Diante das constantes transformações na sociedade, a educação, ciência e tecnologia permanecem como alicerces do desenvolvimento sustentável de um País. O investimento em universidades tem grande impacto social, e a aproximação das empresas privadas com centros de pesquisa, tecnologia e inovação, se torna fundamental no avanço de novos produtos e serviços.

A GAC Brasil auxilia empresas privadas com os estudos de viabilidade para a criação de um ICT.

Entre em contato conosco para receber mais informações.

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e whatsapp (11) 99221-9019.