BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups

Consórcio formado por Artemísia, Wayra Brasil e Liga Ventures participará das seleções de empreendimentos inovadores

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) definiu na última segunda-feira, 11, o consórcio AWL como a aceleradora que executará, em conjunto com o Banco, o Programa de Aceleração de Startups de Impacto – BNDES Garagem.

O consórcio selecionado é formado por Artemísia, Wayra Brasil e Liga Ventures, e foi declarado vencedor entre dez propostas enviadas por 23 empresas. Estruturado por meio de chamada pública, cujo edital foi lançado em setembro, o processo de seleção iniciou-se no dia 23 de outubro e recebeu 10 propostas, com 23 empresas participantes.

Nesta segunda edição, a chamada nacional para os empreendedores interessados está prevista para o segundo trimestre de 2021 e deve selecionar 45 empreendimentos para o primeiro ciclo do programa, no qual será oferecido gratuitamente aconselhamento técnico, jurídico e mercadológico para as iniciativas.

As seleções de empreendedores de todo o Brasil interessados em participar do programa será realizada pela aceleradora, em conjunto com o BNDES. O consórcio será responsável por além de dar suporte à criação e ao crescimento desses empreendimentos participantes do programa, acompanhar o desenvolvimento dos negócios, prestando aconselhamento técnico, jurídico e mercadológico, e promover a aproximação dos empreendedores com investidores e potenciais clientes.

A nova edição terá como foco a criação e tração de negócios inovadores que gerem impacto socioambiental, em linha com o propósito do BNDES de transformar a vida de gerações de brasileiros promovendo o desenvolvimento sustentável.

Devido ao distanciamento social imposto pela pandemia do Covid-19, o primeiro ciclo será na modalidade semipresencial, com algumas atividades desenvolvidas em espaço a ser fornecido pelo BNDES. Caso o cenário evolua, a previsão para os próximos ciclos é adotar funcionamento integralmente presencial, no Rio de Janeiro.

Ao fim de cada ciclo, será realizado um Demo Day no BNDES, com a apresentação dos trabalhos desenvolvidos a potenciais investidores e outros públicos de interesse. A contrapartida dos participantes será o desenvolvimento de suas soluções. O BNDES não exigirá participação acionária nos negócios.

Caso necessite de apoio para compreender o funcionamento deste e de outros editais já divulgados, ou deseje conhecer outros produtos que podem auxiliar no alinhamento das capacidades inovativas de sua empresa, entre em contato com a GAC Brasil, consultoria especializada com ampla experiência em fomento à inovação.

Entre em contato conosco através dos canais:

E-mail: contato@group-gac.com.br

Telefone: (11) 4858-9350   WhatsApp (11) 9-9221-9019