G.A.C. Brasil

Estudo aponta crescimento de 60% no setor brasileiro de tecnologia

Estudo aponta crescimento de 60% no setor brasileiro de tecnologia

Relatório da Cortex indica que o segmento de Tecnologia da Informação foi o segundo que mais cresceu no país em 2021

De acordo com um estudo realizado pela plataforma de inteligência de vendas Cortex, o segmento de tecnologia da informação (TI) foi o segundo que mais cresceu no país em 2021, registrando um aumento de 60% em relação ao ano anterior. Em primeiro lugar, ficaram os serviços essenciais, com crescimento de 75%.

Com mais de 17 mil fontes locais e globais, o banco de dados da Cortex relacionou a abertura de mais 80,8 mil CNPJs de empresas de TI no Brasil, nos últimos três anos. Desses, 93,7% eram microempresas. Os outros 6,3% foram compostos por pequenas, grandes e médias companhias. São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte se destacam com o maior número de empresas.

As atividades econômicas que mais tiveram crescimento dentro do setor, no período analisado, foram:

  • Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação;
  • Consultoria em tecnologia da informação;
  • Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda.

No Brasil, há 215 mil empresas de tecnologia de acordo com a Cortex. Desse total, apenas 9% têm mais de 20 anos, e 46,5% têm menos de três anos. Ao fechar o recorte apenas em 2021, foram abertas 38,1 mil novas empresas de tecnologia.

Região Sudeste lidera em tecnologia da informação

Em agosto, a plataforma de inteligência de dados DataHub também fez um levantamento nacional. Segundo a empresa, de janeiro de 2011 a dezembro de 2020 foram registrados 176.482 novos negócios. Só em 2020 foram abertas 35.423 startups e empresas de tecnologia no país, um aumento de 210% em relação a 2011.

O Sudeste foi a região que mais abriu empresas e startups de tecnologia, com pouco mais de 107,4 mil novos empreendimentos. Os números corresponderam a 60,9% do total nacional.

Fonte: CanalTech

Compartilhe: