FAPESP divulga segunda edição do levantamento sobre as atividades de CT&I em São Paulo

Iniciativa realizada em parceria com a Fundação Seade vai atualizar informações sobre as atividades científicas e tecnológicas desenvolvidas no Estado, além de recursos financeiros

A FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, divulgou a segunda edição do levantamento de informações sobre pessoal e recursos financeiros mobilizados por instituições não empresariais executoras de atividades científicas e tecnológicas em 2020.

A pesquisa será conduzida pela Gerência de Estudos e Indicadores (GEI), criada pela FAPESP em 2017 com o objetivo de reforçar as atividades de desenvolvimento e produção de indicadores de ciência, tecnologia e inovação (CT&I ) do Estado de São Paulo, por meio do aperfeiçoamento das metodologias e das formas de acesso a dados.

O primeiro levantamento primário da GEI sobre o sistema paulista de CT&I, foi realizado em 2019, em parceria com a Fundação Seade, com base no ano de 2018. Segundo Sinésio Pires Ferreira, gerente da GEI, esta foi uma iniciativa pioneira no país que, pela primeira vez, permitiu gerar os indicadores de dispêndio em pesquisa e desenvolvimento sob a ótica da execução, assim como a matriz financiamento versus execução dessas atividades.

A ação resultou não somente no ganho metodológico, mas também na ampliação do universo das organizações consideradas no cálculo desses indicadores, incorporando instituições privadas sem fins lucrativos e as instituições que prestam serviços de saúde ao mesmo tempo em que realizam atividades relevantes de P&D.

Nesta segunda edição do levantamento, também em parceria com a Fundação Seade, será possível atualizar as informações sobre as atividades científicas e tecnológicas desenvolvidas em instituições localizadas no Estado de São Paulo, especialmente a composição de seus quadros de profissionais e de pesquisadores, assim como as fontes e destinações de seus recursos financeiros.

Além desta iniciativa, a FAPESP tem buscado institucionalizar e ampliar o acesso a fontes secundárias de dados, por meio de Termos de Cooperação Técnica estabelecidos com instituições produtoras de informações, em âmbito estadual e federal.

O diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo (CTA) da FAPESP, Carlos Américo Pacheco, afirma que o objetivo é fornecer subsídios para orientar as decisões dos gestores das instituições de ensino e de pesquisa e dos formuladores e executores da política científica e tecnológica do Estado de São Paulo, além de informar aos pesquisadores e à sociedade sobre tema de tamanha relevância.

A G.A.C. Brasil tem a frente de fomento que trabalha parcerias junto a entidades como a FAPESP. Também nesta área de fomento, proporcionamos competividade por meio do uso da Lei do Bem, incentivo fiscal à inovação, além de disponibilizar as melhores opções de financiamento para PD&I para a sua empresa.

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.