FNDCT aprova plano de investimentos de R$ 6 bilhões para 2022

Na última quarta-feira (30), foi aprovado pelo Conselho Diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) o Plano Anual de Investimentos não Reembolsáveis para 2022, em projetos de ciências, tecnologia e inovação, no valor de R$ 6 bilhões e o Plano Anual de Investimentos Reembolsáveis – realizado por meio de empréstimo – de R$ 2,1 bilhões.

Espera-se a liberação de um total de R$ 9 bilhões em recursos do FNDCT, através do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2022, para projetos de pesquisa e inovação, sendo dividido entre recursos reembolsáveis e não reembolsáveis.

O astronauta Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações comenta sobre a liberação de recursos do FNDCT “foi um trabalho e uma luta enorme feito em conjunto pelo ministério com a comunidade científica, o setor produtivo e o Congresso Nacional”. E ressalta “ainda tem muita coisa a ser feita. Esse Conselho Diretor do FNDCT é muito importante para o Brasil para a aplicação dos recursos de forma eficiente. E esses recursos não ficam na ciência e tecnologia, mas são aplicados na agricultura, na saúde, na segurança pública e em muitas outras áreas”, alcançando os resultados com o lançamento de chamadas públicas com fomento para pesquisas e infraestrutura em C,T &I.

Contemplando os mais diversos setores, tais como agronegócio, energia elétrica, petróleo, saúde, setor mineral e de transporte, entre outros, o Plano Anual de Investimentos 2022 prevê a destinação de recursos para 126 novas ações de fomento, através de chamadas públicas e encomendadas, sendo 71% e 29% respectivamente -além de dar continuidade em ações iniciadas nos anos anteriores.

Ao que se refere ao Plano de Investimentos Reembolsáveis, existe um salto significativo com a previsão de R$ 2,1 bilhões quando comparado ao ano de 2021, que obteve cerca de R$ 800 milhões em recursos.  

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Artigos em Relacionamento

Chamada Pública para pesquisa no Sistema Amazônico de Laboratórios Satélites

Chamada Pública para pesquisa no Sistema Amazônico de Laboratórios Satélites

Chamada do MCTI em parceria com o CNPq é a primeira a financiar pesquisas que utilizarão laboratórios flutuante e terrestre do Sistema O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) abriram uma nova chamada, voltada à pesquisa no Sistema Amazônico de Laboratórios Satélites (SALAS). Com

chamadas nas áreas de saúde e biotecnologia

MCTI, FINEP e CNPq anunciam chamadas nas áreas de saúde e biotecnologia

Editais divulgados em transmissão ao vivo contam com recursos do FNDCT Na última quinta-feira (28), o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações anunciou, junto aos presidentes da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), novas chamadas públicas com uso do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Startups japonesas buscam emplacar parceiras e negócios no Brasil

Startups japonesas buscam emplacar parceiras e negócios no Brasil

Selecionadas pela Jetro São Paulo por meio do programa ScaleUp in Brasil, empresas são das áreas de energia, tecnologia limpa, agro, finanças e saúde As startups japonesas, que já davam passos tímidos em direção ao mercado brasileiro, foram selecionadas pela Japan External Trade Organization (Jetro) e chegam ao Brasil com o objetivo de buscar parceiros

pt_BRPortuguese
Rolar para cima