Iniciativa da União Europeia para inovação, ciência e empreendedorismo amplia atuação no Brasil com novas parcerias

Iniciativa da União Europeia para inovação, ciência e empreendedorismo amplia atuação no Brasil com novas parcerias

Instituições internacionais que se destacam por trabalho com inovação anunciam entrada no quadro de membros do ENRICH no Brasil;

CPQD (Brasil), GreenWins (Suíça), GAC Group (França) e Embaixada da Eslovênia se unem à rede que fomenta a cooperação bilateral Brasil – Europa

São Paulo, novembro de 2020 – O Centro de Inovação Brasil – Europa, que opera no Brasil como ENRICH (sigla em inglês para European Network of Research and Innovations Centres and Hubs), amplia sua atuação e anuncia a chegada de novos membros. CPQD (Brasil), GAC Group (França), GreenWins (Suíça) e Embaixada da Eslovênia, instituições que têm a inovação como foco estratégico de trabalho, passam a fazer parte do ENRICH no Brasil.

O ENRICH no Brasil é uma entidade sem fins lucrativos que promove a cooperação entre Brasil e Europa nas áreas de inovação, pesquisa, tecnologia e empreendedorismo. A conexão entre Brasil e Europa promovida pelo ENRICH envolve, além da viabilização da cooperação em projetos internacionais de pesquisa e inovação, o apoio e suporte local para que empresas europeias passem a operar no Brasil, e para que empresas brasileiras possam se internacionalizar e operar na Europa.

A entrada do CPQD, GAC Group, GreenWins e Embaixada da Eslovênia no quadro de associados do ENRICH no Brasil reforça a proposta de atuação em rede da iniciativa da União Europeia, que vem promovendo treinamentos, seminários e demais atividades de troca de conhecimento entre os membros. “Ao aproximar empresas, instituições e centros de pesquisa do Brasil e da Europa nosso objetivo é promover um intercâmbio de conhecimento que, por meio da inovação, resulta em melhorias significativas nas vidas das pessoas”, afirma Filipe Cassapo, presidente do Enrich no Brasil.

Referência tecnológica no Brasil, o CPQD integra o ecossistema de inovação aberta que busca alavancar o empreendedorismo, em linha com os objetivos que norteiam a atuação do ENRICH. Segundo Paulo Curado, diretor de inovação do CPQD, “a atuação em rede é fundamental para o fomento da cooperação que resulta em avanços tecnológicos”. “Nossa adesão à rede de instituições que compõem o ENRICH é mais um passo para alavancar projetos estratégicos que tragam progresso e bem-estar para a nossa sociedade”, comenta Curado.

Rodrigo Miranda, diretor de operações da GAC Group no Brasil, consultoria de inovação europeia, aponta a importância da orientação que o ENRICH oferece para a captação de recursos: “Com o início do Horizon Europe em janeiro de 2021, com duração até 2027, estima-se que a União Europeia vai destinar quase 100 bilhões de euros para pesquisa, desenvolvimento e inovação. Muitas empresas brasileiras ainda têm dificuldade de saber como captar esses recursos – com nossa parceria com o ENRICH, esperamos facilitar a integração das empresas brasileiras em redes europeias de inovação, permitindo o desenvolvimento de atividades de pesquisa entre os países”.

Pascal Reichen, cofundador da GreenWins, uma startup internacional de origem Suíça criada para desenvolver soluções inovadoras para projetos na área da economia circular, acredita na importância do compartilhamento de ideias. Segundo ele, a associação da GreenWins ao ENRICH “responde exatamente à vontade de integrar uma rede ativa e ágil”. “Queremos interagir com outros membros desenvolvendo juntos soluções inovadoras para projetos de sustentabilidade, com um incentivo econômico adequado, ativando um ciclo com resultados positivos para todos, principalmente para o meio ambiente”, afirma Reichen.

Gorazd Renčelj, Embaixador da Eslovênia no Brasil, aponta “a necessidade estratégica de promover e fortalecer a cooperação internacional em ciência, tecnologia e inovação”. “Acreditamos firmemente que, ao ingressar no ENRICH no Brasil, poderemos alcançar objetivos ambiciosos na promoção da cooperação nessas áreas, bem como fornecer uma contribuição valiosa para a importante missão do ENRICH no Brasil”, conclui o diplomata.

Segundo o Embaixador Gorazd Renčelj, chefe de missão da Embaixada da Eslovênia no Brasil, aponta “a necessidade estratégica de promover e fortalecer a cooperação internacional em ciência, tecnologia e inovação”. “Acreditamos firmemente que, ao ingressar no ENRICH no Brasil, poderemos alcançar objetivos ambiciosos na promoção da cooperação nessas áreas, bem como fornecer uma contribuição valiosa para a importante missão do ENRICH no Brasil”, conclui Jeronimo.

Confira a lista completa de empresas, institutos de pesquisa, órgãos de governo, associações e organizações não-governamentais que já compõem o quadro de membros do Enrich:

ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Brasileiras) | Brasil

SPI (Sociedade Portuguesa de Inovação) | Portugal

Fraunhofer Gesellschaft | Alemanha

RCISD (Regional center for Information and Scientific Development) | Hungria

Braskem | Brasil

CISB (Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro) | Brasil/Suécia

Consulado de Luxemburgo | Luxembrugo

Fiocruz | Brasil

Natura | Brasil

CNI (Confederação Nacional da Indústria) | Brasil

CONFAP (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa) | Brasil

EBN Innovation Network | Europa

FFG (Austrian Research Promotion Agency) | Áustria

IASP (International Association of Science Parks) | Espanha

Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) | Brasil

Sabanci University | Turquia

DLR (German Aerospace Center) | Alemanha

CPQD | Brasil

Embaixada da Eslovênia | Eslovênia

GreenWins | Suíça

GAC Group | França

FIEP (Federação das Indústrias do Paraná) | Brasil

Parque Tecnológico de São José dos Campos | Brasil

Porto Digital | Brasil

Tecnovates | Brasil

Tecnoparq | Brasil

Sobre o ENRICH no Brasil

“ENRICH” é uma iniciativa da União Europeia, executada no Brasil pelo projeto CEBRABIC que recebeu financiamento do Programa de Pesquisa e Inovação da União Européia, Horizonte 2020. Um grupo com quatro instituições brasileiras e oito europeias da Alemanha, Portugal, Bélgica, Hungria, Áustria, Espanha e Turquia fazem parte do consórcio do projeto para fortalecer a cooperação em pesquisa, inovação e negócios entre o Brasil e a Europa, estabelecendo o centro “ENRICH no Brasil”. A “Rede Europeia de Centros e Polos de Pesquisa e Inovação” (ENRICH) compreende dois outros centros piloto além do “ENRICH no Brasil”, o “ENRICH na China” e o “ENRICH nos EUA”

Informações para a imprensa

contato@agenciagalo.com

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Artigos em Relacionamento

A decisão das instituições financeiras de adotar a IA será acelerada pelo avanço tecnológico, maior aceitação do usuário e mudanças nas estruturas regulatórias

Inteligência artificial no setor financeiro: impacto e tendências

Para competir e prosperar nesse ambiente desafiador, bancos tradicionais precisarão construir uma nova proposta de valor baseada em recursos de IA e análises de ponta Embora a Inteligência Artificial (IA) já exista há décadas, ela se tornou ainda mais predominante nos últimos anos. Nenhuma indústria ou setor permaneceu intocado por seu impacto e prevalência. A

pt_BRPortuguese
Rolar para cima