Lançamento da 1ª edição do Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações

Data que a partir de agora será comemorada anualmente, terá diversas atividades, programas e palestras por todo o Brasil ao longo do mês de outubro

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes e o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Evaldo Vilela, lançaram na última sexta-feira (2) a 1ª edição do Mês Nacional da Ciência Tecnologia e Inovações (MNCTI), através de uma transmissão realizada pelo canal do MCTI no YouTube.

O decreto n. 10.497 de 2020 assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, institui o mês de outubro para a comemoração e desenvolvimento de ações em CT&I, atribuindo ao Ministério a coordenação das atividades.

O Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações, é uma ação em nível nacional que visa estabelecer esforços integrados, coordenados e simultâneos que contemplam a relevância da Ciência, da Tecnologia e da Inovação como mecanismo que promove melhoria da qualidade de vida das pessoas e a formação de cidadãos críticos, com uma estratégia pedagógica.

Lançamento da 1ª edição da MNCTI

Ao longo do evento de lançamento, o ministro Marcos Pontes destacou a importância da ciência, da divulgação científica e a relevância dessa proximidade com a população, especialmente com os jovens, “para que eles vejam na ciência uma visão do seu futuro das possibilidades que têm pela frente”, disse.

Durante todo o mês de outubro, o ministério vai promover uma série de atividades de popularização da ciência por meio do canal do MCTI no YouTube. Todos os dias, uma entidade vinculada ao ministério será responsável por uma programação de palestras, entrevistas e oficinas que podem ser acompanhadas gratuitamente por toda a população.

Além do lançamento do Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações, o evento também realizou a entrega do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica, que homenageou o jornalista Carlos Fioravanti, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), um reconhecimento da sua dedicação por décadas no desenvolvimento da divulgação científica.

A GAC Brasil compreende que a nova data imposta pelo Governo Federal é de extrema importância para as atividades de popularização da ciência. Como consultoria focada no fomento à inovação, apoiamos a criação do dia em valorização da ciência, influenciando, portanto, na disseminação do tema e consequentemente no investimento em pesquisa e desenvolvimento, para surgimento de novas tecnologias e processos produtivos.