O avanço da inovação aberta e das startups no Brasil

Mesmo diante da crise econômica causada pelo novo coronavírus, ecossistema brasileiro de inovação obtém o melhor desempenho da história no que diz respeito à captação de investimentos ao longo de 2020

Em meio ao cenário de pessimismo imposto pela pandemia da Covid-19, 2020 se consolidou como o ano das startups. De acordo com o estudo “Startup Retrospective 2020”, realizado pela plataforma Sling Hub, o total de investimentos foi de R$ 19,7 bilhões em 452 rodadas – o equivalente a uma investida a cada 19 horas. Além disso, a pesquisa contabilizou 158 fusões e aquisições (M&A) e 3 IPOs (oferta pública inicial no mercado de ações).

A startup Loft foi o primeiro destaque do ano, recebendo um aporte de US$ 175 milhões no dia 3 janeiro e sendo incluída no rol brasileiro de unicórnios. O levantamento também destaca os novos unicórnios: VTEX (agosto) e Creditas (dezembro).

O mês de março, quando se celebra o Dia Internacional da Mulher, é evidenciado no estudo por ter concentrado o maior número de investimentos em startups cujas lideranças são femininas, registrando ao todo 19 aportes.

Outro aspecto observado é que em abril, primeiro mês completo de pandemia no Brasil, foi o único em que as healthtechs superaram os investimentos captados pelas fintechs, que lideram no restante do ano, alcançando duas vezes mais aportes que as financeiras.

Além disso, mais de 140 startups se mobilizaram para oferecer soluções que aliviassem os efeitos do coronavírus no Brasil. A pesquisa cita como exemplo as empresas Zenklub, ChefsClub, Contraktor e Epitrack.

Entre os destaques do estudo, estão as dez aquisições realizadas pela Magazine Luiza ao longo do ano: Estante Virtual, HubSales, Canaltech, Inloco, Stoq, Aiqfome, Sinclog, GFL Logística, ComSchool e Hub Fintech.

Esse tipo de aquisição demonstra como as grandes empresas estão de olho na agilidade para encontrar soluções inovadoras e disruptivas para seus negócios, e se aproximando cada vez mais de startups para fazer parcerias.

Para crescer em um mundo cada vez mais inovador e competitivo, a Open Innovation – ou Inovação Aberta, tem sido uma excelente opção para a quebra de paradigmas tradicionais do conceito de inovação e a criação de novos horizontes, a partir da conexão entre empresas jovens e grandes organizações.

Através desta parceria, tem sido possível acelerar a inovação de um produto já existente, reduzir o tempo entre desenvolvimento e comercialização, reduzir custos, riscos e prazos, gerar mercados e tecnologias, ampliar o networking e aumentar o ambiente inovador dentro das companhias.

São muitas as maneiras pelas quais sua empresa pode aproveitar as ideias inovadoras das startups, lembrando que o verdadeiro fator dessa parceria é a troca de conhecimentos.

Deseja saber como implementar a Inovação Aberta na sua empresa?

A GAC Brasil auxilia na implementação de um projeto interno de Inovação Aberta, a partir da aplicação de metodologias, ferramentas e abordagens personalizadas.

Entre em contato conosco através dos canais:

WhatsApp (11) 9-9221-9019

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350