Presidente da Finep/MCTI, Waldemar Barroso, fala sobre liberação de R$ 7 bilhões para pesquisas em 2021

Entrevista exclusiva realizada pelo MCTI destaca novos investimentos em pesquisa básica, aplicada e inovação no Brasil ainda neste ano

A votação pelo Congresso Nacional realizada recentemente, para avaliar os dois vetos à Lei que dispõe sobre os recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT, uma das principais ferramentas de financiamento da ciência e tecnologia no Brasil, é tema da última edição do Boletim Diário MCTI, que traz uma entrevista exclusiva com o presidente da FINEP/MCTI, Waldemar Barroso.

Durante a entrevista, Barroso destaca, além da votação, a influência da rejeição ao veto sobre o descontingenciamento do FNDCT, e esta rejeição é responsável pela liberação de recursos da ordem de R$ 7 bilhões para o fomento à pesquisa básica, aplicada e à inovação no Brasil no ano de 2021.

Confira ainda, na mesma edição do Boletim, o anúncio de investimentos, pelo Governo Federal, para o novo Programa Águas Brasileiras, que será desenvolvido em parceria por cinco ministérios, com ações que buscam garantir a segurança hídrica do país. Na ocasião, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, anunciou uma nova linha de crédito de R$ 500 milhões, por meio da Finep/MCTI, para o desenvolvimento de tecnologias de redução de resíduos sólidos e tratamento das águas.

Entrevista completa com o presidente da FINEP/MCTI, Waldemar Barroso: https://bit.ly/31Bipto