Posts

Inovação na sua empresa: webinar ‘As habilidades organizacionais para inovar’

Para quem não conseguiu acompanhar a divulgação do Estudo realizado pela ANPEI em parceria com a GAC Brasil, disponibilizamos na íntegra a gravação do webinar

No dia 24 de março, a GAC Brasil e a ANPEI – Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, realizaram a apresentação dos resultados de um Estudo inédito no país, durante o webinar ‘As Habilidades Organizacionais para Inovar’, em evento online transmitido via YouTube.

O evento teve início com as boas-vindas da diretora executiva da ANPEI, Marcela Flores. Em seguida, Simone Torrescasana, coordenadora de negócios e relacionamento da entidade, realizou uma apresentação sobre a ANPEI mostrando as suas diversas áreas de atuação e o seu papel fundamental no desenvolvimento da inovação no Brasil.

Na sequência, Rodrigo Miranda, diretor de operações na GAC Brasil, agradeceu a parceria com a ANPEI, fez uma breve apresentação sobre a GAC Brasil e destacou os principais pontos do Estudo. A ação envolveu 28 empresas, algumas das maiores do Brasil e de setores variados da economia, ao longo dos últimos três meses (dezembro 2020 a março de 2021), onde os executivos C´Levels foram convidados a responder um questionário de 92 perguntas com o objetivo de entender qual o estado de inovação de suas empresas.

Durval Garcia, head de inovação na GAC Brasil, deu início à apresentação dos resultados com uma reflexão sobre o verdadeiro significado dos termos ‘capabilidade’, ‘capacidade’ e ‘competência’. Em seguida, evidenciou o propósito e os objetivos do levantamento, ressaltando a exclusividade da GAC Brasil como única parceira Gold, nas Américas, da empresa Innovation360 – responsável pelo desenvolvimento da tecnologia Innosurvey®.

Na sequência, o tópico ‘O que e porque inovar’ teve como base a aspiração estratégica das empresas. Por meio das respostas dos C-Levels, diretores e gerentes, foi possível mensurar como esse nível executivo interpreta a inovação e a capacidade de entrega do que é proposto dentro da empresa.  Nesse sentido, foram mencionadas três tipos de abordagens para que as empresas sejam capazes de identificar suas necessidades de melhoria: Need Skeers, Market Readers e Technology Driven.

No segundo tópico, ‘Como inovar’, foram divulgados os resultados do Estudo sobre o tipo de inovação almejada em relação à aspiração das empresas, avaliando 16 aspectos organizacionais,  que são como ‘lentes’ que compõe a Roda da Inovação. Esta avaliação ocorre por meio de Inteligência Artificial e Deep Learning, onde os algoritmos da ferramenta, a partir das respostas coletadas, realizam a correlação de dados entre os partipantes da mesma empresa e entre empresas do mesmo segmento no mundo, de um banco de dados de 5.000 organizações inovadoras.

O Estudo também realizou uma sondagem do processo de inovação em curso nestas organizações pesquisadas, apoiado por suas forças e fraquezas. Para demonstrar as capabilidades de inovação mencionadas no tópico, novamente foi demonstrada a “Roda da Inovação”. Para concluir a apresentação do resultado do Estudo, Durval Garcia apontou a influência e os diferentes papéis das ‘personas’ no processo de inovação, juntamente com uma análise do ISO 56002 das empresas examinadas.

Confira a apresentação completa do Estudo Inédito, disponibilizada na playlist do canal da GAC Brasil no YouTube: https://bit.ly/3m7Tozn

ANPEI e GAC Brasil: Estudo inédito – Acesse o estudo apresentado no evento.

Mais sobre o InnoSurvey® – a plataforma foi lançada pela Innovation360, empresa com presença em Estocolmo (Suécia, matriz), Toronto (Canadá), Nova York (Estados Unidos) e Sidney (Austrália). Trabalha com uma base de dados constituída por 10 anos integrando milhares de empresas inovadoras em mais de 100 países. É resultado de 30 anos de pesquisa em grandes universidades de Gestão da Inovação (Harvard, Insead, MIT). Possui uma tecnologia baseada na Inteligência Artificial e “Deep Learning” que realiza mais de 100 milhões de cálculos para cada diagnóstico.

Sobre a GAC Brasil – consultoria internacional especializada no fomento à inovação, faz parte da GAC Group, empresa fundada na França, presente em nove cidades deste país, e em seis países. Além da França, está na Alemanha, Canadá, Romênia, Singapura e Brasil – onde possui os escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre – estendendo a atuação por todos os estados do País. Inaugurou as suas operações brasileiras em 2011 e tem como foco a Estratégia e Gestão da Inovação, oferecendo consultoria para aprimorar a competitividade e o desempenho global das organizações de diferentes segmentos e áreas de atuação.

A GAC Group, com uma carteira de mais de 3 mil clientes no mundo, realiza análise técnica, fiscal, contábil e estratégica, e auxilia as empresas que investem em projetos inovadores a obterem planejamento tributário, incentivos fiscais e captação de recursos. Alguns de seus clientes no Brasil estão entre as maiores e mais renomadas empresas do Brasil. Nos acompanhe também no LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/gacbrasil

Mais informações com Bianca Bonfiglioli, gerente de negócios estratégicos da GAC Brasil (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

Sobre a ANPEI – São 35 anos de entidade, constituída por empresas de diversos portes e líderes das principais cadeias produtivas do Brasil, que investem continuamente em pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I), assim como instituições públicas e privadas de ensino, pesquisa e governo.

Assim, a ANPEI é a única associação multissetorial e independente do ecossistema de inovação, e reúne, entre seus associados, 60% do investimento privado em P,D&I e 50% da carteira de investimento em inovação do BNDES do País.

Mais informações com Simone Torrescasana, coordenadora de negócios e relacionamento da ANPEI (11) 3842-3533 e (11) 94002-3724.

 

ANPEI e GAC Brasil apresentam resultados de Estudo inédito no Brasil

Gestão Estratégica da Inovação: como fazer utilizando diagnóstico com Inteligência Artificial e Deep Learning

Na quarta-feira, 24/03, a GAC Brasil, empresa global com sede na França, e a ANPEIAssociação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, realizaram a apresentação dos resultados de um estudo inédito no país, no webinar As Habilidades  Organizacionais para Inovar’, em evento online.

Marcela Flores, diretora executiva da ANPEI, deu as boas-vindas aos presentes online, e em seguida, Simone Torrescasana, coordenadora de negócios e relacionamento da entidade, fez uma apresentação da ANPEI mostrando as suas diversas áreas de atuação e de que forma a ANPEI contribuiu e contribui para o desenvolvimento da inovação no Brasil. Rodrigo Miranda, Diretor de Operações da GAC Brasil, abriu a apresentação do estudo, e Durval Garcia, Head de Inovação da GAC Brasil apresentou a pesquisa, que é baseada na ferramenta InnoSurvey®., inédita no Brasil, e reuniu 28 empresas de diversos portes e segmentos da economia brasileira.

Durante o evento, foi mostrado como o serviço de Assessment propicia uma compreensão 360º do estado de inovação de uma empresa. O objetivo deste estudo é avaliar as condições organizacionais atuais das empresas, apontando diretrizes para estabelecer uma estratégia de inovação, assim, como, as bases para a gestão da inovação, na finalidade de suportar o alcance dos objetivos estratégicos.

Várias pesquisas globais já demonstraram que apenas aumentar o valor investido em P&D não se transforma em um desempenho econômico e financeiro superior pelas empresas. É essencial haver um alinhamento de suas capacidades e habilidades de inovação com sua estratégia empresarial.

Como funciona o InnoSurvey

Todas as áreas da empresa são convidadas para responder um questionário de 15 minutos, com uma amostra de, no mínimo, 100 colaboradores. As capacidades de inovação são avaliadas por meio de 16 ‘lentes’ (aspectos), e conseguimos ‘enxergar’ quais são os processos de inovação em andamento, os estilos de liderança, a cultura e as ‘personas’ parte da companhia.

Os dados são processados utilizando Inteligência Artificial e Deep Learning, apoiados em Big Data e comparados com um banco de dados de mais de 5.000 empresas inovadoras dos mais diversos segmentos, de 105 países no mundo. Assim, é gerado um diagnóstico com orientações para um planejamento estratégico de inovação. Em seguida, a GAC Brasil assessora toda a trajetória de adaptação ou mudança da empresa.

ANPEI e GAC Brasil: Estudo inédito  – Acesse o estudo apresentado no evento.

Mais sobre o InnoSurvey® a plataforma foi lançada pela Innovation360, empresa com presença em Estocolmo (Suécia, matriz), Toronto (Canadá), Nova York (Estados Unidos) e Sidney (Austrália). Trabalha com uma base de dados constituída por 10 anos integrando milhares de empresas inovadoras em mais de 100 países. É resultado de 30 anos de pesquisa em grandes universidades de Gestão da Inovação (Harvard, Insead, MIT). Possui uma tecnologia baseada na Inteligência Artificial e “Deep Learning” que realiza mais de 100 milhões de cálculos para cada diagnóstico.

Sobre a GAC Brasil – consultoria internacional especializada no fomento à inovação, faz parte da GAC Group, empresa fundada na França, presente em nove cidades deste país, e em seis países. Além da França, está na Alemanha, Canadá, Romênia, Singapura e Brasil – onde possui os escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre – estendendo a atuação por todos os estados do País. Inaugurou as suas operações brasileiras em 2011 e tem como foco a Estratégia e Gestão da Inovação, oferecendo consultoria para aprimorar a competitividade e o desempenho global das organizações de diferentes segmentos e áreas de atuação.

A GAC Group, com uma carteira de mais de 3 mil clientes no mundo, realiza análise técnica, fiscal, contábil e estratégica, e auxilia as empresas que investem em projetos inovadores a obterem planejamento tributário, incentivos fiscais e captação de recursos. Alguns de seus clientes no Brasil estão entre as maiores e mais renomadas empresas do Brasil. Nos acompanhe também no LinkedIn  https://www.linkedin.com/company/gacbrasil

Mais informações com Bianca Bonfiglioli, gerente de negócios estratégicos da GAC Brasil (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

Sobre a ANPEI

São 35 anos de entidade, constituída por empresas de diversos portes e líderes das principais cadeias produtivas do Brasil, que investem continuamente em pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I), assim como instituições públicas e privadas de ensino, pesquisa e governo.

Assim, a ANPEI é a única associação multissetorial e independente do ecossistema de inovação, e reúne, entre seus associados, 60% do investimento privado em P,D&I e 50% da carteira de investimento em inovação do BNDES do País.

Mais informações com Simone Torrescasana, coordenadora de negócios e relacionamento da ANPEI (11) 3842-3533 e (11) 94002-3724.

Capacidades para Inovar: assista ao webinar 24/03 - 10h

Temos uma novidade que vai te dar subsídios para a tomada de decisão em relação à gestão estratégica na sua empresa! A ANPEI e a GAC Brasil realizaram um estudo sobre as capacidades e habilidades organizacionais para inovar,  que será apresentado em webinar em 24/03, às 10h. O levantamento exclusivo foi obtido por meio da ferramenta InnoSurvey, que permite avaliar o estágio atual das organizações em relação ao desempenho inovador.

Esta ferramenta é inédita no Brasil, porém, já é utilizada há mais de 10 anos por milhares de empresas no mundo.

É o resultado de 30 anos de pesquisa em grandes universidades de Gestão da Inovação (Harvard, Insead, MIT).

Oferece uma tecnologia baseada na Inteligência Artificial e “Deep Learning” +100 milhões de cálculos realizados para cada diagnóstico.

Em formato digital e com a avaliação de resultados realizada pela nossa equipe, o framework da inovação reúne um conjunto de fatores chave (técnicos, organizacionais e culturais) que devem ser considerados a fim de promover, de maneira perene, o desempenho em inovação.

No dia 24 de março, das 10h às 11h30, faremos a divulgação dos resultados do Estudo, com a apresentação de Marcela Flores, diretora da ANPEI, Rodrigo Miranda, diretor de operações da GAC Brasil e Durval Garcia, head de inovação da GAC Brasil. Iremos compartilhar dados e números que podem servir de referência para você entender como estão as empresas mais inovadoras do país e ter alguns insights de quais habilidades inovadoras você precisa ter na sua empresa.

Faça a sua inscrição para participar e receber todos os materiais! http://anpei.rds.land/webinar-gac-24-mar

Sobre a ANPEI 

A Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) foi articulada no início dos anos 80 no âmbito do PACTo – Programa de Administração em Ciência e Tecnologia – linha de atuação da Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo.

Como atividade regular deste programa surgiram as Reuniões Nacionais dos Dirigentes de Centros de Tecnologia de Empresas Industriais, que, dentre outros temas, discutiam melhorias das condições para a prática de P,D&I nas empresas; projeção e visibilidade dessa função para a alta administração; intercâmbio de modelos gerenciais bem-sucedidos e absorção e capacitação de recursos humanos.

Em 1983 foi proposta e aprovada a criação de uma associação nacional que exercesse papel ativo de representação das empresas engajadas em atividades de P,D&I com o governo e a comunidade.

Chamada de Inovação: EMBRAPII e ANPEI

Desafio lançado para os associados da ANPEI tem como objetivo o desenvolvimento de projeto de PD&I

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) em parceria com a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) lançou durante o Webinar “ANPEI e EMBRAPII para projetos de PD&I”, uma chamada para identificar desafios tecnológicos e alavancar a inovação na indústria nacional.

Ao longo do encontro virtual, foram apresentados mecanismos de incentivo à inovação da EMBRAPII e detalhadas as vantagens em realizar projetos cooperativos em âmbito pré-competitivo, como: divisão de esforços, conhecimento, custos e riscos.

A Chamada de Inovação foi criada para que as empresas associadas possam apontar possíveis projetos de PD&I que resultem em novos produtos e processos industriais. A iniciativa busca reunir companhias da mesma cadeia, concorrentes ou parceiras, que tenham interesses comuns e estejam dispostos a realizar projetos cooperativos.

A EMBRAPII será responsável por financiar até metade do valor dos projetos com recursos não reembolsáveis. Vale destacar que não se trata de um edital, pois o fluxo de recurso da Organização é contínuo.

Para participar, as empresas devem preencher este formulário. Após avaliação das respostas, a ANPEI entrará em contato com a empresa e fará a conexão com a EMBRAPII.

A ANPEI

São a única associação brasileira multisetorial e independente do ecossistema de inovação.

Viabilizam ambientes de colaboração e cooperação com o ecossistema e nossos associados. Proporcionam atualizações de temas-chave e de articulação de políticas de incentivo à inovação e discussões de alto nível, além de representatividade institucional e de capacitação personalizada na área.

A EMBRAPII

A Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial é uma Organização Social qualificada pelo Poder Público Federal que, desde 2013, apoia instituições de pesquisa tecnológica fomentando a inovação na indústria brasileira.

Nós, da GAC Brasil somos associados da ANPEI, apoiamos e divulgamos as principais chamadas voltadas ao desenvolvimento de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Como consultoria especializada no fomento à inovação, auxiliamos a sua empresa na aplicação de um modelo estratégico da inovação, proporcionamos a obtenção de incentivos fiscais e/ou linhas de financiamento.

Entre em contato conosco e saiba como podemos contribuir para o fortalecimento da inovação dentro de sua empresa:

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e WhatsApp (11) 99221-9019.

 

Estamos na Época NEGÓCIOS – “Cultura da inovação: saiba o que é preciso para implementar em sua empresa”

Após a realização do nosso webinar em  parceria com a ANPEI e convidados sobre os principais fatores na gestão de inovação em pequenas, médias e grandes empresas, o conteúdo do evento foi matéria na Época NEGÓCIOS – principal veículo online e impresso que discute inovação no Brasil.

Durante o webinar ‘Inovar Mais e Melhor’, realizado na última quinta-feira (9), Durval Garcia, gerente de Inovação da GAC Brasil, destacou a necessidade de compreender as dificuldades e desafios enfrentados pelas corporações no processo de inovação, e afirmou que, ao observar uma série de estudos, foi possível chegar a quatro revelações essenciais no processo de inovação. A primeira delas desmitifica a afirmação de que “quanto mais se investir em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), maior será o retorno”.

Entre as estratégias de inovação, Durval Garcia apresentou diferentes abordagens estratégicas e as dividiu em três categorias: pesquisadores, leitores e tecnológicos. Segundo ele, a fusão dessas diferentes abordagens abre novas possibilidades e proporcionam mais complexidade no processo inovativo.

Sobre a capacidade de investimento em inovação, Garcia afirma que, quando uma empresa aspira por inovação, ela precisa se perguntar se possui as capacidades internas de entregar o resultado. “Seria como correr uma maratona. Qualquer um, teoricamente, poderia fazer isso. Mas concluir a prova é um resultado que exige muita preparação e estratégia”, compara.

De acordo com Paulo Gandolfi, diretor de Operações de P&D na 3M América Latina, diretor da ANPEI e convidado especial da GAC Brasil, a figura do líder é essencial durante o processo construtivo de uma cultura da inovação.

Segundo ele, o processo criativo pode ser beneficiado pela inclusão e colaboração de diversos profissionais, dentro e fora da empresa. Esse ambiente de agilidade é ideal para o nascimento de grandes ideias e no amadurecimento da cultura corporativa. Entretanto, é preciso ter cuidado sobre até que ponto essa postura ágil pode se adequar à empresa, por isso, a criação de cultura da inovação precisa de uma liderança com uma visão bem ampla de todo o processo.

O segundo convidado, Anderson Oba – Diretor Comercial, Marketing e Inovação da Nitro, ressaltou durante a live: “A inovação é a capacidade de conciliar a visão externa, a necessidade ou oportunidade identificada no mercado que desejamos atuar. Essa conciliação é o que buscamos e o que chamo de capacidade de inovar. É muito mais o “match” dessa capacidade interna com as oportunidades que se apresentam, do que necessariamente com o volume de dinheiro investido”, explicou.

Veja a matéria completa na Época Negócios – Clique aqui 

 

Está chegando! Nesta quinta, 9 de julho, às 14h, realizaremos o webinar ‘Inovar Mais e Melhor’ em parceria com a ANPEI.

O evento online e gratuito será apresentado por Durval Garcia, Gerente de Inovação na GAC Brasil. Traremos um case de sucesso com a participação do nosso convidado especial, Anderson Oba – Diretor Comercial, Marketing e Inovação na Nitro Química, para abordar a trajetória de sucesso da empresa.

A ANPEI trará como convidado Paulo Gandolfi, diretor de operações de P&D e Inovações da empresa 3M América Latina e parte da diretoria da entidade, que também irá falar sobre suas hisórias de êxito com a inovação.

Inscrições https://lnkd.in/dqz-NJJ

Nos acompanhe nas discussões de conteúdos de relevância sobre a inovação nas empresas e no País!

Estudo mostra os impactos da pandemia na inovação das empresas

Pesquisa realizada pela ANPEI e Fundação Dom Cabral avalia os desafios e oportunidades em pesquisa, desenvolvimento e inovação em setores como tecnologia, indústria, saúde e educação

Com o intuito de analisar os impactos causados pela pandemia de covid-19 em empresas e instituições, a Fundação Dom Cabral (FDC) e a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) lançaram um estudo inédito sobre os desafios e oportunidades em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

A pesquisa realizada no mês de abril entrevistou 108 executivos de grandes empresas e startups dos setores de tecnologia, indústria, serviços, educação, saúde e agricultura. As perguntas abordaram as perspectivas de curto, médio e longo prazo, com base nas estratégias para lidar e superar os atuais e futuros desafios. Ao todo, 51% das empresas apontaram que houve impacto negativo da pandemia em suas atividades de inovação.

De acordo com o estudo, as empresas de tecnologia estão entre as que mais tiveram oportunidades de crescimento durante a pandemia. Outros destaques são o setor de saúde, com o crescimento da telemedicina, e a área de educação. A Indústria foi o setor que sofreu o maior impacto negativo, conforme 64% das empresas que responderam à pesquisa.

Ao longo do levantamento, também foram destacadas as principais estratégias adotadas pelas companhias no enfrentamento à crise. Evidentemente, mais da metade das empresas planejam estratégias de novos negócios, produtos e processos para o médio e longo prazo, além das medidas internas essenciais.

Referente ao cenário das startups, o estudo aponta que 52,3% foram impactadas negativamente pela pandemia e tiveram um alto índice de queda na receita durante a crise.

Segundo Humberto Pereira, presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Empresas Inovadoras (ANPEI), embora a crise tenha forçado as empresas na adoção de soluções rápidas para a sobrevivência dos negócios, o período também é de oportunidade. Ele acrescenta a importância de as empresas transformarem visões de oportunidade em investimentos concretos, como fundamento para retomada da economia brasileira.

Carlos Arruda, professor na área de Inovação e Competitividade e Gerente Executivo do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral, destaca que a inovação e a oferta de valor dos empreendedores e das empresas devem ser direcionadas ao cliente e não apenas do produto, pois são inovações que não partem do conhecimento da empresa, mas sim das dores do cliente e do que ele precisa.

A crise econômica causada pelo Covid-19, se demonstra como momento favorável para mudanças e inclusão de um novo modelo de gestão da inovação nas empresas.

A GAC Brasil é uma consultoria de fomento à inovação, composta por uma equipe especializada e dedicada a ajudar a sua empresa na inserção de um modelo de gestão da inovação eficaz, em obtenção de incentivos fiscais e/ou linhas de financiamento.

Entre em contato conosco e conheça a solução ideal para a sua empresa.

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e whatsapp (11) 99221-9019.

 

 

O que é o Rota 2030 – e como a indústria pode se beneficiar

Você conhece o Rota 2030? O cenário de incertezas decorrente da pandemia do novo coronavírus tem refletido fortemente na área industrial, impactando diretamente os seus processos produtivos. Nesse sentido, o investimento em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação são de extrema importância para a retomada da economia no país. Saiba aqui o que é o Rota 2030 – e como a indústria automotiva pode se beneficiar.

Um dos principais incentivos que possui papel crucial na contribuição do ecossistema de inovação é o Rota 2030, que permite o desenvolvimento e a maior competitividade do setor automotivo no Brasil.

A utilização desse incentivo, contribui de maneira efetiva para continuação de projetos estratégicos independentemente da situação financeira das empresas, afinal, o programa não permite a interrupção dos projetos vinculados à incentivos fiscais para inovação. Logo, as empresas podem continuar fomentando o investimento em projetos de inovação tecnológica mesmo diante à crise econômica.

Dessa forma, são previstas melhorias de produtividade e eficiência por meio do investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

Outro detalhe muito importante: Benefícios da aplicação da Lei do Bem + Rota 2030

No Brasil, impostos e taxas podem representar 68,4% da lucratividade das empresas. Utilizando a legislação tributária brasileira, é possível pagar menos tributos, evitar o pagamento de determinados impostos ou conseguir sua redução.

Os incentivos fiscais possibilitam um planejamento tributário consciente e que ajude na sustentabilidade da empresa.

As empresas do setor automotivo, em especial as fabricantes de autopeças, que já são beneficiadas pela Lei do Bem, podem abater quase 40% de Imposto de Renda devido ou da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) ao somar ambos incentivos.

O que é o Rota 2030 – e como a indústria automotiva pode se beneficiar

Para você saber mais sobre o Rota 203o, elaboramos um mini-guia em parceria com a ANPEI para apresentar as funcionalidades e benefícios proporcionados, confira: http://anpei.org.br/rota-2030-o-que-e/

Se precisar de mais informações referentes ao Rota 2030 combinado com a Lei do Bem, contate-nos!

Nossos canais de atendimento:

E-mail – contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e whatsapp (11) 99221-9019.

#gacgroup #gacbrasil #rota2030 #incentivofiscal #inovacao #investimento #industria #fomento

Webinar GAC Brasil e ANPEI 09/07, 14h. Tema: Inovar Mais e Melhor!

Marque na agenda! No dia 9 de julho, às 14h realizaremos o webinar ‘Inovar Mais e Melhor’ em parceria com a ANPEI.

O evento online e gratuito será apresentado por Durval Garcia, Gerente de Inovação na GAC Brasil. Traremos um case de sucesso com a participação do nosso convidado especial, Anderson Oba – Diretor Comercial, Marketing e Inovação na Nitroquímica, para abordar a trajetória de sucesso da empresa. A ANPEI trará como convidado Paulo Gandolfi, diretor de operações de P&D e Inovações da empresa 3M América Latina da 3M e parte da diretoria da entidade.

Link para as inscrições https://materiais.anpei.org.br/webinar-anpei

Temos trazido conteúdos de relevância que discutem a inovação no País.

Mudanças na Lei do Bem – Pleito da GAC Brasil junto com a ANPEI para o Senado

Algumas das restrições que impossibilitam milhares de outras empresas brasileiras de também se beneficiarem e olharem para o desenvolvimento de inovação como algo estratégico, são a limitação do uso do incentivo a empresas tributadas no regime de Lucro Real – com apenas uma pequena parcela das empresas brasileiras aderentes a este regime – e necessidade de ocorrência de lucro fiscal para que seja feita a dedução tributária.

Num momento como o atual, onde a saúde financeira das empresas está seriamente ameaçada, mas em que simultaneamente a demanda por atividades de inovação e seus respectivos investimentos são avultados, a exigência de lucro para a tomada deste benefício é incoerente.

Assista ao Webinar GAC Brasil e ANPEI 09/07 14h. Tema: Inovar Mais e Melhor!

Frente a este cenário, a GAC Brasil, em parceria com a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) e o Laboratório de Gestão de Tecnologia e Inovação do DPCT/IG da Unicamp, liderado pelo Prof. Ruy Quadros, convidaram cerca de 200 empresas a exporem suas visões sobre a Lei do Bem e a proporem melhorias que lhes permitam ter mais “fôlego” para investir em inovação e ultrapassar esta crise de forma mais célere.

Cerca de 20% das empresas consultadas não fizeram uso da Lei do Bem nos últimos 3 anos por diversos motivos, como o não conhecimento da Lei, prejuízo fiscal no período, ou não cumprimento de alguns dos demais pré-requisitos.

Uma quase unanimidade, como já esperado, foi a sugestão de possibilidade de se beneficiar deste incentivo fiscal mesmo em anos de prejuízo contábil apurado, permitindo sua compensação em anos posteriores. A justificativa mais comumente apresentada para isso foi que, mesmo em anos de prejuízo fiscal, as empresas não deixam de investir em P&D, já que estes investimentos contemplam projetos de médio e longo prazos.

Não esqueça de nos acompanhar no Webinar GAC Brasil e ANPEI 09/07, 14h. Tema: Inovar Mais e Melhor!

Acompanhe a nossa programação aqui no site e no nosso LinkedIn! https://www.linkedin.com/company/3509152

 

MCTIC quer ampliar alcance da Lei do Bem em empresas

Em meio a baixa adesão de empresas aptas ao incentivo para investimento em pesquisa e desenvolvimento, Ministério estuda alternativas para ampliar alcance da Lei do Bem em empresas

A Lei do Bem sancionada em 2005 e que concede incentivos fiscais às empresas que investem em pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica, ainda tem pouca adesão. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, dentre aproximadamente 150 mil empresas que se enquadram no regime do Lucro Real, e automaticamente estão aptas para usufruir dos benefícios da lei, apenas 1.800 organizações aproveitam suas vantagens.

De acordo com Jorge Mário Campagnolo, diretor do Departamento de Apoio à Inovação do MCTIC, a baixa adesão ocorre principalmente devido a falta de conhecimento das empresas, e a fatores como a exclusão de empresas que adotam o regime do lucro presumido.

O capítulo 3 da Lei do Bem permite que somente as empresas enquadradas no regime do Lucro Real ou, indiretamente, micro e pequenas organizações ligadas a estas corporações matrizes, para deduzir do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social do Lucro Líquido (CSLL) os custos com os investimentos feitos em equipamentos e serviços dedicados à Pesquisa & Desenvolvimento para inovação. O aperfeiçoamento e a flexibilização da lei estão sendo estudados para reverter o cenário de baixa adesão.

Várias ações que estão sendo trabalhadas pelo Ministério, que recebeu da ANPEI – Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras – um pleito, com o endosso da GAC Brasil, sobre sugestões de mudança desta legislação. Campanholo cita duas frentes: a criação de uma ação emergencial para tentar contornar a dificuldade criada pelo novo coronavírus e que exige que a empresa tenha lucro no ano de uso do benefício; e uma reforma mais ampla para criar facilidades que estimulem a adesão das empresas.

Segundo ele, um estudo preliminar conduzido pelo Ministério revelou que para cada real do benefício, a empresa investe quatro reais em Pesquisa & Desenvolvimento, o que gera emprego e aumenta a arrecadação de tributos. Campanholo acrescenta que rapidamente a empresa começa a retornar o valor gasto com o benefício nos anos subsequentes.

Também com o apoio da ANPEI, de quem somos associados, submetemos um questionário para 200 empresas perguntando sobre quais mudanças desejam na Lei do Bem.

Entenda mais porque o MCTIC quer ampliar alcance da Lei do Bem em empresas, fique por dentro das últimas atualizações sobre este e outros incentivos fiscais destinados a inovação, através do nosso site e LinkedIn.

A GAC Brasil é uma consultoria especializada em Incentivo Fiscal à inovação como a Lei do Bem, importante recurso para ajudar as empresas a ultrapassarem a crise e manterem investimentos constantes em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Deseja receber mais informações sobre a Lei do Bem e/ou conhecer outros incentivos fiscais que podem ajudar a sua empresa? Entre em contato conosco!

Nossos canais:

E-mail contato@group-gac.com.br

Telefone (11) 4858-9350 e whatsapp (11) 99221-9019.